sábado, 30 de abril de 2016

É chegado o Fim


Quem lê a Bíblia e compreende o significado das histórias relatadas nos diversos livros, compreende que a trajetória da raça humana foi relatada no livro APOCALIPSE.

Ali, o espírito Santo que Jesus deixou quando saiu do nosso meio, mostrou ao discípulo João o que aconteceria na terra dali para a frente. A trajetória dos acontecimentos foi apresentada através de "trombetas" ou sinais sonoros.

E foi apontado pelo anjo um cenário de destruição da terra numa ordem de acontecimentos que hoje é fácil de constatarmos que todos os sinais apontados ali já se cumpriram e que nós estamos vivendo os últimos momentos.

A Terra já passou por gurras,  terremotos, maremotos, aquecimento, degelamento, incêndios, tissunamis, quedas de torres; já presenciamos grandes mortandades da fauna aquática e marinha, destruição das florestas e principalmente matança de crianças.

Neste momento estamos sob a praga do terrorismo que está aterrorizando todo o mundo. Tudo isto poderia ter sido evitado, ou pelo menos parte, se os homens tivessem atentado para o significado da vinda de Jesus Cristo à nossa terra.

Mas os homens preferiram ignorar e continuar vivendo,praticando as suas  bestialidades e as suas soberbas e deram as costas para Deus.


terça-feira, 8 de março de 2016

Quem LÊ muito, PODE mais...

Como Eduardo Cunha se tornou o "rei da manobra" no Congresso?

Fonte: UOL Noticias - 01032016

A forma com que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), utiliza o regimento interno da Casa para favorecer suas posições políticas e a estratégia de defesa adotada no processo que tramita contra ele no Conselho de Ética da Câmara fizeram com que ele ganhasse apelidos que variam de "mago do regimento" a "rei da manobra".

Mas até onde essa fama é verdade ou mito?  Cunha chegou à Câmara dos Deputados em 2007 depois de fazer carreira como executivo da antiga Telerj e da Xerox. Ele também passou um breve período como deputado estadual no Rio de Janeiro (entre 2001 e 2003). A fama de "rei da manobra" ganhou força nos últimos dois anos, quando o político conseguiu ao mesmo tempo reverter ou acelerar votações de seu interesse e praticamente paralisar o processo por quebra de decoro parlamentar que tramita contra si no Conselho de Ética da Câmara. 

A tentativa de reconstruir a trajetória que levou Cunha ao apelido esbarra no pequeno número de pessoas da sua equipe dispostas a falar abertamente sobre ele. Com o chefe alvo de processos no Conselho de Ética e no STF (Supremo Tribunal Federal), os assessores mais próximos preferiram não se manifestar sobre o assunto.  Cunha é economista formado no início da década de 80 pela Universidade Cândido Mendes.
E é justamente a ausência de uma formação acadêmica em direito que chamou a atenção de Mozart Vianna, servidor aposentado da Câmara que atuou durante quase 24 anos como secretário-geral da Mesa Diretora. O cargo é uma espécie de "braço-direito" do presidente da Casa e é o encarregado por, entre outras coisas, auxiliar na condução das sessões no plenário. Vianna é tido por colegas e políticos como um dos maiores especialistas no regimento interno da Câmara. "Para alguém que não tem formação em direito, ele surpreende. Naquela época (em que Cunha era líder do PMDB), as pessoas me falavam que ele levava coisas para estudar em casa durante a noite.
Ele mostrava um grande domínio das normais regimentais. Discutia, debatia de igual para igual com qualquer um sobre as normas regimentais", diz Vianna. Maioridade penal, reforma política, sessões do Conselho de Ética: Eduardo Cunha (PMDB-RJ) se tornou conhecido pela habilidade em usar o regimento a seu favor. Vianna diz também que parte da habilidade de Cunha com as leis é resultado de sua atuação como vice-líder e líder do PMDB. "Além de relatar algumas matérias da área econômica, ele também estudava muito para dar a orientação à bancada sobre outros projetos de lei.

Quando ele dava uma orientação, a gente via que ele tinha estudado o assunto profundamente", explica. O assessor parlamentar Ademar Freire tem 43 anos de experiência na Câmara  e trabalhou com Cunha na liderança do PMDB. Ele diz que uma das características mais marcantes do então líder do partido era uma pastinha que ele carregava. 

Vejam só, que descoberta excepcional. O cidadão consegue manobrar os outros 500 e tantos, somente porque lê muito. E lê apenas o Regimento da Câmara. Imagine quando ele acabar de ler a Constituição. Vai dominar o País...


Por: Professor Chagas

O Lampião está de volta?



Crônica de 08 de março de 2016

A propósito do discurso do ex-presidente Lula, quando prometeu que vai viajar pelo pais todo, convocando a militância da cumpanheirada para protestar contra a Justiça brasileira, pela forma como está conduzindo a Operação LavaJatos.

No ano de 27, já quase no meio do ano;
Pelo norte brasileiro, penetrei a todo pano;
Jurando sob ameaça, de transformar em fumaça
O sertão paraibano.

       Pois bem, este texto é a abertura de um livrinho de cordel que relata o espírito de beligerância do cidadão VIRGULINO FERREIRA DA SILVA, vulgo Lampião, quando resolveu montar uma tropa de jagunços para sair pelo Nordeste invadindo fazendas, matando os proprietários e estuprando as suas filhas. O resto da história é de domínio público. O fanfarrão acabou morto pelas forças do governo.

         Agora estamos vendo outro Nordestino metido a cangaceiro que também está ameaçando sair pelo Brasil afora brandindo a espada da sua própria justiça.
A cantilena do outro era contra os fazendeiros e donos de terras daqueles tempos. A cantilena desse agora é contra as “ elites brasileiras”, numa alusão a todas as pessoas que não comungam das mesmas ideias dele.

         Igualmente, ao Lampião do passado, esse senhor também prega o mesmo estilo de alternância de poder. A tomada pela força e não pelas ideias, pelos projetos.

        Tanto é que o mesmo nunca teve um projeto de governo para o Brasil e sim para uma parcela da população, justamente aquela parcela que ele cadastrou para dar-lhe uma ração na forma de bolsas para utilizar essa massa como tropa de manobra para a sua ânsia de poder permanente.


Só que os tempos são outros e o Brasil é outro e as instituições, inclusive a Justiça estão bem mais atentas para qualquer tentativa de desestruturar a ordem pública.

A Reforma Politica Justa



Crônica antiga que continua atual

Pvh 080316

Amigo eleitor, qual destas propostas você gostaria de ver aprovada na revisão constitucional?
1 – Corte nos salários de vereadores, deputados e senadores? “Nem pensar, pois no Congresso pode ter muitos corruptos, mas loucos só fora do (dele)”
2 – Vereador passaria a ganhar um salário mínimo, deputado dois Senador três, todos com o respectivo descontos dos mortais comuns, incluindo descontos dos dias não trabalhados? “Você é que está maluco, pois com um salário deste quem é capaz de viver e ainda por cima como estes benfeitores da sociedade distribuir leite, cestas básicas, óculos e dentaduras para o povão? Como poderia distribuir remédios e consultas médicas para este tão sofrido povo. Logo se vê que está que está proposta não vigoraria nem um dia, pois um só decreto-ri seria necessário para alterar a redação que ficaria assim: "Cada Vereador passa a ganhar um salário mínimo, Deputado doi e Senadores três, por minuto, sem Desconto por quaisquer natureza".
 3 - Extingue-se o Senado e limita-se o n° de deputados a 01(um) por Partido, em cada Estado? "Está não passaria de jeito nenhum, pois o corporativismo e a se, também não vigoraria um só dia, mesmo porque o texto logo seria alterado para "limitar-se o n° de Deputado a 01(um) por partido e bairro ou setor de cada cidade de cada estado". E tem mais, já imaginou a quantidade de novos partidos que surgiram para absorver os nobres ex-senadores?
4 - Elimina-se o Vice cada vez que um Presidente morrer, renunciar ou for deposto, faz-se nova eleição para o cargo. "Essa pode passar, mas vai ser um tal de Presidente se assassinado e casado. No ato de posse o Presidente eleito diria: Juro honrar a respeito às leis do meu País até que a morte nos separe".
5 - Passa a vigorar a reeleição para os cargos de Prefeito, Governador e Presidente para aqueles que não tenham cometido nenhum desmando administrativo, não tenham realizado obras superfaturadas e nem empregado parentes? "Essa é que não passa mesmo amigo eleitor, pois ninguém é santo neste país"
6 - Os dois candidatos que ficassem para o 2° turno ocupariam respectivamente a Presidência e a vice-presidencia da República após o segundo escrutínio? "Você enlouqueceu de vez. Se como está já é fraudada a eleição. Verifique assim. E a recontagem de votos que lá ia terminar.
7 - Convoca-se nova Assembleia Constituinte.
 8 - Limita-se o n° de Senador a 01(um) por estado
 - Sabe o que aconteceria? Criar-se iam vários Estados que tenham votos deputados, novos vereadores, governadores, prefeitos, etc. Enfim essa proposta é altamente e inflacionaria.
9 - E se apurassem uma lei determinando que o deserto correspondente as faltas dos parlamentares fosse destinados a instituições beneficentes?

- "Não daria certo, pois logo os deputados estariam criando estas instituições e cadastrado para receber esta verba. Sem contar que as faltas aumentariam, bem o n° de faltosos".

Por: Professor Chagas

segunda-feira, 7 de março de 2016

O BICHO TÁ PEGANDO...


Madrugada no Palácio do Planalto foi marcado por gritaria e choro, ‘o clima era de desespero’

Site Pensabrasil.com – 04 de março de 2016
No início da madrugada desta sexta feira dava para ouvir gritos dentro do Palácio do Planalto.
“O que dava para ouvir era os gritos e depois choro, clima total de desespero” comentou o jornalista freelance da Band News” As ordens para a “cúpula de puxa-sacos governamentais” agora são claras:
Primeiro: para tentar pressionar Teori Zavascki para não homologar a delação premiada de Delcídio Amaral. Se a delação for homologada, o governo implode.
Segundo: Desqualificar a pessoa de Delcídio do Amaral, alegando que ele agiu de modo vingativo por ter sido abandonado na cadeia;
Quem irá se pronunciar mais tarde será o Ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, já que a presidente ainda não aprendeu a se “comunicar” muito bem.
Tudo leva a uma prisão imediata dos que serão citados na delação…

É meus amigos, a justiça que está sendo feita é a de Deus.  Ele usa as pessoas para executar as suas ordens. E não tem quem esteja imune a sua justiça não.

Pobre desses que se acham acima de tudo, que cometem as mais absurdas injustiças achando que não estão sendo vistos. Deus vê tudo e principalmente os atos de quem tem poder pois o poder lhes foi dado por Deus. Mas foi dado para fazerem o bem e a justiça, não foi dado para causar sofrimento ao povo de jeito nenhum.

terça-feira, 1 de março de 2016

E O TREN LA IN VAI...



Crônica de 01 de março de 2016
Por: Professor Chagas


Essa é uma expressão do rico dicionário mineireiz.
É usada para destacar uma situação em que as coisas não têm mudado nada. Soa como uma demonstração de decepção ou descrédito.

O mesmo podemos dizer da democracia brasileira no que tange a preparação dos partidos para as eleições. Neste momento, sem que o povo perceba, os presidentes das siglas partidárias já estão se articulando para formarem os seus times que irão jogar as partidas decisivas nos municípios e nas capitais.

Pré-candidatos trocam de partidos, se filiam a outros e acontece todo um movimento de negociações para que cada sigla se prepare para o embate final.

E lá na frente esse desenho será apresentado ao povo para que se manifeste.
Até aí tudo bem, se não fosse por um detalhe. O povo só vai tem acesso ao   currículo desse candidatos em cima da hora.
E tem mais: o povo não tá nem aí para esse papel que lhe é destinado.
Vota por votar, sem sequer pensar nas consequências da sua escolha.
E depois de eleitos, esses candidatos passam a gerenciar do jeito que bem entendem, com raras exceções.
E desta forma, o trem LA IN VAI...






sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

O FIM JÁ CHEGOU...A crônica de um povo que está no fim


Crônica de 05 de Fevereiro de 2016
Professor Chagas


Parece título de filme americano, mas não tem nada a ver com isso. O fim a que me refiro aqui é uma constatação da profecia do Livro Apocalipse da Bíblia Sagrada. Naquela profecia João recebeu a visão do Anjo do Senhor que detalhou item por item como seria o fim daquela geração que se iniciou com a morte dos profetas e vem até os dias de hoje.
 Nesse meio veio Jesus Cristo, o filho que ensinou aos judeus e aos gentios um novo código de convivência com ênfase no desenvolvimento espiritual para uma nova aproximação com o criador. A vinda de Jesus encerrou um período de 400(quatrocentos) anos em que o povo vivia distanciado de Deus. Antes deste período o povo temia ao Criador e tinha como elo de ligação os profetas que eram levantados por Deus para orientar os Reis, os pais, as famílias e todo o resto da população.  Mas aquele povo, foi cometendo um pecado ali, outro acolá, e se distanciando de Deus até ao ponto de se rebelarem e matarem os profetas do Senhor. A partir deste momento, o povo se arvorou de donos dos seus destinos. Em Mateus 24.38-39 Jesus ensinou aos discípulos o seguinte: “Pois nos dias anteriores ao Dilúvio o povo vivia comendo e bebendo, casando-se e dando-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na Arca; e eles nada perceberam, até que veio o Dilúvio e os levou a todos.”

Pois bem, novamente o povo não está percebendo que Noé entrou novamente na arca e que o dilúvio já chegou. Desta vez o diluvio veio na forma de Tsunami, de enchentes, de deslizamento de terra, envenenamento das águas dos rios, mortandade dos peixes, epidemias de doenças como a ebola, a dengue, a xicungunha, o zica-virus, etc. O diluvio chegou com a degeneração do casamento, das famílias e dos governos. Chegou também com a epidemia de corrupção e o terrorismo. E como não falar do povo vagando de um país para outro, buscando abrigo e morrendo aos montes nos mares.

Tudo isto é o Dilúvio do nosso tempo e estão se cumprindo as profecias do Apocalipse. O detalhe é que como no tempo antes do Noé, o povo de hoje está comendo e bebendo, se casando e dando-se em casamento e festando. Apenas um detalhe diferencia os dias de hoje daqueles tempos: hoje estão se casando homem com homem e mulher com mulher e a Bíblia não menciona que isto acontecia naquele tempo. A única referência a situação igual somente é relatada na história das cidades de Sodoma e Gomorra. E todos sabem o que aconteceu com estas duas cidades.

Portanto, senhores e senhoras, digam se não é desumano que enquanto milhares de doentes estão morrendo n os corredores dos hospitais de todo o país, ou por falta de remédios, maca, ou mesmo por falta de médicos, grande parte da população esteja se esbaldando nos carnavais e o que é pior, com o apoio financeiro dos governos locais. Esses mesmos governos que dizem não ter recursos para dar uma saúde melhor para a população. Governos estes que argumentam faltar recursos para comprar merenda escolar e carteiras escolares. É ou não é o fim...

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

UM CONSELHO DE ÉTICA NADA ÉTICO



Um terço do Conselho de Ética da Câmara Federal tem processo:


Sete dos 21 deputados do colegiado são alvos de processo no STF, três deles já na condição de réus.
Sete dos 21 deputados membros do Conselho de Ética da Câmara respondem a algum tipo de processo judicial no Supremo Tribunal Federal (STF). Três deles já são réus na corte máxima, ou seja, tiveram denúncias contra si acatadas e transformadas em ação penal no Supremo. É o que revelam dados de levantamento veiculado no site do jornal O Estado de S. Paulo.

Dos 21 membros do Conselho de Ética da Câmara, que avaliam o processo contra o deputado Eduardo Cunha, 10 respondem a 54 processos judiciais.
Entre os 10 deputados que respondem a processos, seis são aliados de Cunha, que juntos respondem ou já foram condenados por 49 crimes diferentes.
Já entre os opositores, quatro deputados respondem a um total de cinco crimes. “São os lobos julgando o chefe da matilha”, disse em anonimato ao El País um ex-aliado de Cunha que hoje se diz indeciso sobre sua posição na Câmara.

Os deputados que somam mais processos são dois fiéis aliados de Cunha. Em primeiro lugar está Washington Reis (PMDB-RJ), réu em 17 processos no Tribunal de Contas do Rio de Janeiro e outros 11 divididos entre as justiças Federal e Estadual. Entre as acusações estão crimes por dano ambiental, formação de quadrilha, crime eleitoral e fraude em licitações.

Já em segundo lugar está Paulo Pereira da Silva (SD-SP), alvo de 10 processos na Justiça Federal por crimes como peculato, corrupção passiva, desvio de verba, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.
Agora tá explicado porque convocaram o deputado Nilton Capixaba de Rondônia, que nesse caso é fichinha e realmente pode fazer parte desse conselho aí.


Agora tá explicado porque convocaram o deputado Nilton Capixaba de Rondônia, que nesse caso é fichinha e realmente pode fazer parte desse conselho aí.